Sejam bem vindos !!!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Música e dança cigana


Quando os ciganos deixaram o Egito e a Índia, eles passaram pela Pérsia, Turquia, Armênia, chegando até a Grécia, onde permaneceram por vários séculos antes de se espalharem pelo resto da Europa.
A influência trazida do oriente é muito forte na música e na dança cigana. A música e a dança cigana possuem influência hindu, húngaro, russo, árabe e espanhol. Mas a maior influência na música e na dança cigana dos últimos séculos é sem dúvida espanhola, refletida no ritmo dos ciganos espanhóis que criaram um novo estilo baseado no flamenco.
Alguns grupos de ciganos no Brasil conservam a tradicional música e dança cigana húngara, um reflexo da música do leste europeu com toda influência do violino, que é o mais tradicional símbolo da música cigana. Liszt e Beethoven buscaram na música cigana inspiração para muitas de suas obras.
Tanto a música como a dança cigana sempre exerceram fascínio sobre grandes compositores, pintores e cineastas. Há exemplos na literatura, na poesia e na música de Bizet, Manuel de Falla e Carlos Saura que mostram nas suas obras muito do mistério que envolve a arte, a cultura e a trajetória desse povo.





 A música mais tocada e dançada pelos ciganos é a música Kaldarash, própria para dançar com acompanhamento de ritmo das mãos e dos pés e sons emitidos sem significação para efeito de acompanhamento. Essa música é repetida várias vezes enquanto as moças ciganas dançam.
Foi na Europa central e oriental que a música cigana (vocal e instrumental) teve  e continua a ter  seu público mais fiel e apaixonado. Os elementos musicais turco-árabes, recolhidos pelos músicos ciganos nas cores dos paxás e dos reis, floresceram na Hungria com a incorporação dos instrumentos, da técnica, da orquestração e da harmonização europeus.



Assim como na Hungria e na Transilvânia, os ciganos eram numerosos na Moldávia, na Valáquia e nos países que viviam a formar a Iugoslávia. Grupos de cantores ciganos foram introduzidos na Rússia pelo conde Aléxis da Moldávia, sob o reinado de Catarina, a Grande, e fizeram enorme sucesso nos anos que se seguiram à guerra de 1812 contra Napoleão.

A música cigana espanhola, conhecida desde os tempos de Cervantes, ganhou popularidade universal com o canto jondo.

Vários compositores europeus foram intensamente influenciados pelos ciganos. Além de Liszt, o mais conhecido, também Haydn, Schubert, Beethoven e Brahms.

Não existem músicas e danças essencialmente ciganas, mas sim influências.

Os ciganos assimilavam a música dos países em que viviam e eram capazes de enriquecê-la a sua maneira.

Os rítmos ciganos são, geralmente acompanhados por palmas e rítmos dos pés, conferindo uma alegria inigualável aos sons originários deste povo.

A música cigana é é produzida pelos seguintes instrumentos:
* Guitarra
* Viola
* Violinos
* Contrabaixo
* Balalaica
* Alaúde
* Acordeões
* Címbalos
* Castanholas
* Pandeiros
* Bandolim


Fonte : http://opovodasestrelas.blogspot.com

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

SIMBOLOS CIGANOS


CORUJA
Simboliza segurança.
É usada para trazer segurança e equilíbrio no plano físico, financeiro, e para se livrar de perdas materiais.






CHAVE



Simboliza as soluções.
É usado para atrair boas soluções de problemas. O símbolo da chave quando trabalhado no fogo costuma atrair sucesso e riquezas.

ESTRELA DE 5 PONTAS

Simboliza evolução.
É usado para proteção, além de estar associada à intuição, sorte e êxito. A estrela representa o domínio dos cincos sentidos. Também conhecida como o Pentagrama.



ESTRELA DE 6 PONTAS

Simboliza proteção.
É usada como talismã de proteção contra inimigos visíveis e invisíveis. Também conhecida como Estrela Cigana e Estrela de David. A Estrela Cigana é o símbolo dos grandes chefes ciganos. Possui seis pontas, formando dois triângulos iguais, que indicam a igualdade entre o que está a cima e o que está a baixo. Representa sucesso e evolução interior.


FERRADURA

Simboliza energia e sorte.
É usada para atrair energia positiva e boa sorte. A ferradura representa o esforço e o trabalho. Os ciganos têm a ferradura como um poderoso talismã, que atrai a boa sorte, a fortuna e afasta a má sorte.                    
LUA

        
Simboliza a magia e os mistérios.
Usada geralmente pelas ciganas, para atrair percepção, o poder feminino, a cura e o exorcismo atentando sempre as fases: nova, crescente, cheia e minguante. A lua cheia é o maior elo de ligação com o sagrado, sendo chamada de madrinha. As grandes festas sempre acontecem nas noites de lua cheia.



MOEDA

Simboliza proteção e prosperidade.

Usada contra energias negativas e para atrair dinheiro. A moeda é associada ao equilíbrio e à justiça e relacionada à riqueza material e espiritual, que é representada pela cara e coroa. Para os ciganos, cara é o ouro físico, e coroa, o espiritual.



PUNHAL


Simboliza a força,o poder, vitória e superação.
É muito usado nos rituais de magia, tem o poder de transmutar energias. Os ciganos também usavam o punhal para abrir matas, sendo então, um dos grande símbolo de superação e pioneirismo, além da roda. O punhal também é usado na cerimônia cigana de noivado e casamento, onde é feito um corte nos pulsos dos noivos, em seguida o pulsos são amarrados em um lenço vermelho, representando a união de duas vidas em uma só.

RODA 

Simboliza a Samsara, representando o ir e vir, o circular, o passar por diversos estados, o ciclo da vida, morte e renascimento, e é usada para atrair a grande consciência, a evolução, o equilíbrio. A roda é o grande símbolo cigano, que é representado pela roda dos vurdón que gira.

TAÇA


Simboliza união e receptividade, pois qualquer líquido cabe nela e adquire sua forma. Tanto que, no casamento cigano, os noivos tomam vinho em uma única taça, que representa valor e comunhão eterna.








TREVO

É o símbolo mais tradicional de boa sorte.
Trevo de quatro folhas: traz felicidade e fortuna. Quando se encontra um trevo de quatro folhas na natureza, pode-se esperar sempre boas notícias.






Fonte : http://www.ciganalumiar.kit.net/simbolosciganos.htm

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

SIMPATIA DA ROSA PARA ABRIR CAMINHOS NO AMOR





Pegue uma rosa branca e coloque dentro de um copo de água e 
acrescente uma pitada de sal e algumas gotas de essência de alfazema (no máximo 5 gotas). Deixe este arranjo ate que todas as pétalas caiam naturalmente. Junte as pétalas com a água do copo em dois litros de água e tome banho da cabeça aos pés. As pétalas depois, coloque-as num jardim ou num vaso.

sábado, 18 de dezembro de 2010

PRECE À SANTA SARAH


Santa Sarah,  pelas forças das águas,
Santa Sarah, com seus mistérios,
possa sempre estar ao meu lado.
Pela força da natureza!
Nós, filhos dos ventos, das estrelas
e da lua cheia, pedimos a Senhora
que esteja sempre ao nosso lado.
Pela figa! Pela estrela de cinco pontas!
Pelos cristais que hão de brilhar 

sempre em nossas vidas!
Que os inimigos nunca nos enxerguem.
A Tsara é o descanso do dia-a-dia.
A Tsara é a nossa tenda.
Santa Sarah, me abençõe.
Santa Sarah, me acompanhe.
Santa Sarah, ilumine minha Tsara,
para que todos que batam a minha
porta eu tenha sempre uma palavra
de amor e de carinho.
Santa Sarah, que eu seja humilde, pois é
somente assim que poderei me tornar
uma pessoa melhor e merecedora de
suas bênçãos."

Fonte : http://www.aluzdotaro.page.tl/Santa-Sarah-Kali.htm

Dança cigana e seus elementos

Criada com passos que misturam, a alegria da Rumba, o molejo da Salsa, a força do  Flamenco e o mistério da dança do ventre,a Dança Cigana tem como prioridade despertar a sensualidade e a feminilidade na dançarina.
A Dança Cigana faz bem não só pro corpo, mas também a alma.
É formada por vários ritmos e coreografias diferentes, cada qual com seu significado, num composto de leveza, alegria e 
sentimentos.
É a melhor forma de expressão da cultura e magia desse povo.
Cada movimento e coreografia contam a história dos ciganos e possuem sempre um significado místico e espiritual.
Seus movimentos podem expressar sensualidade, amor, raiva, alegria,  ou tristeza com a graça de uma dança bonita, 
atrativa e muito exótica.
Desenvolve ao dançarino a coordenação motora e pode alongar e fortalecer os músculos.
Também evita o estresse, aumenta a auto-estima e a sensualidade.
Não se sabe ao certo a sua origem, podendo-se dizer assim, que é uma dança mundial, devido ao seu ecletismo nos 
rtimos e movimentos. Que envolvem gêneros musicais e coreografias de vários países e regiões. como o Flamenco, 
originário da Espanha,  ritmos latinos como a salsa, o merengue, rumba, etc...
Ritmos mais clássicos como os húngaros, russos e italianos. E também os do Oriente Médio e Egito.
Cada coreografia tem seu significado mágico e cultural em que é usado alguns instrumentos para essa representação, 
por exemplo: 
Dança do leque : dança do elemento ar que representa o amor, a sensualidade e a limpeza.
Dança do xale : representa o mistério e a magia do elemento fogo.
Dança da rosa : Elemento terra. Representa o amor, a beleza, a conquista e a sensualidade.
Dança das fitas coloridas : Elemento água, representa as lágrimas de alegria e tristeza derrubadas pelo povo cigano. 
É o lamento, mas também a comemoração.
Dança do véu: representa o elemento ar e expressa a leveza do corpo e a sensualidade.
Dança das tochas : Mostra a fúria e o poder do fogo através das tochas acesas que reverenciam este elemento.
Dança do pandeiro : Dança do quatro elementos, denota a alegria e sugere uma festa. Serve também para purificar 
o ambiente.
Dança dos sete véus : Para os ciganos essa dança representa uma despedida de solteiro. E os véus coloridos 
representam as sete cores do arco-íris e simbolizam o amor e a sensualidade. As cores dos véus representam os 
quatro elementos.
Dança do punhal : Elementos ar e terra. Significa lutas, disputas, fúria e pode simbolizar a limpeza do ambiente e 
do corpo.
Dança dos quatro elementos : Feita com representações dos quatro elementos como: Vela, incenso, jarro d'água 
e sal. Significa magia e limpeza do ambiente. É uma dança ritualística cigana.




sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

CIGANA DE ALMA





RODOPIO NO VENTO...

LEVANTO A SAIA COLORIDA E DANÇO COM A LUA..

SOU BELA MORENA FOGOSA,
ESPREITO O TEMPO NO SILÊNCIO,
JOGO BÚZIOS E FLORES NO VENTO
CONSULTO MEUS CRISTAIS DE CORES
E NA MAGIA DO MEU  OLHAR
TE ENVOLVO NA MINHA SEDUÇÃO
MORENA DA BOCA VERMELHA,
QUE ADORA MISTÉRIOS,
MUNDO GIRA EM TEMPESTADES
MEUS OLHOS BRILHAM  NA LUZ...
VEJO MINHA BOLA DE CRISTAL, TRANSPARENTE...
COMO UM BANHO DE CACHOEIRA...
MINHAS MÃOS  DESLIZAM NO ESPAÇO
HABILIDADE SOBRENATURAL DE VIAJAR.
INTOCÁVEL LEVITO E INSINUO NA POESIA.
TOCO PANDEIRO E SORRIO...
ESCUTO O VIOLINO E ME ENVOLVO
TENHO COMO MADRINHA A LUA BRANCA
MINHA CONFIDENTE EM SONHOS
E BRINDO COM A TAÇA DE PRATA
A ENERGIA DAS ESTRELAS RELUZENTES
A PAIXÃO DA NOITE AZUL...
SOU CIGANA....
CIGANA DE ALMA, DA DANÇAE DA PAIXÃO
CIGANA DA ROSA AMARELA....
SORAIA